Junho é mês festas

Frio, fogueira, milho, baião, forró… Isso inspira festa e tradição. Junho chegou e em muitos estados do país acontecem grandes celebrações para São João, São Pedro e Santo Antônio.
As festas juninas vieram originalmente da Europa, trazidas pelos colonizadores portugueses há centenas de anos.
Obviamente estas festas receberam todo um toque especial e genuíno dos brasileiros que habitavam as zonas rurais. O ritmo das músicas, as características das roupas, das decorações, tudo transmite hoje aspectos essenciais de nossa cultura tão diversa, refletida, inclusive, aqui em Aiuruoca e no Canto do Papagaio.
É interessante observar que nos locais onde esta tradição permanece protegida e valorizada, a devoção não se perdeu. Comidas gostosas, danças, brincadeiras e trajes vêm muito depois da oração, ritos e respeitos religiosos.

Independente da linha espiritual que seguimos, devemos sempre observar as verdadeiras prioridades para que a essência e a transmissão do conhecimento não se perca. Mais do que o lazer, o cultivo e a preservação de mensagens que elevem nossa consciência deve ser cada vez mais valorizado.
Não importa se a fogueira é em cone para São João, em quadrado para Santo Antônio ou em triângulo para São Pedro. Bonito é ver a tradição inspirando espiritualidade.
Que seu mês de junho te aproxime ainda mais dos valores que verdadeiramente importam: alegria, amorosidade, humildade, esperança e coragem. Para preservar a fé e prosseguir vivenciando milagres. O milagre do despertar do amor a Deus.