Tempo de nos lembrarmos de quem tem o controle

São 7 bilhões de pessoas inteiradas sobre o corona vírus. O mundo está em alerta e a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia mundial, com 118 mil casos da doença Covid-19 e mais de quatro mil mortes.
Não há dúvidas de que nos encontramos em um estado alarmante, que preocupa muito as pessoas. Os riscos afetaram a economia mundial, os aeroportos estão em alerta e há cidades cujo acesso está restrito.
Em momentos como este, a grande maioria se lembra de um poder criador e divino que remete à misericórdia de Deus. Todos oram ainda mais, conectam-se ainda mais com o Supremo para buscar forças perante os desafios do corona vírus.
Quando vemos um estabelecimento progredindo, pensamos: “Este superintendente deve ser muito eficiente”. E quando as coisas vão mal também pensamos que talvez ele não esteja se esforçando o suficiente.
Quando acompanhamos o nascer e o pôr do sol compreende-se também que há uma lei por trás, um poder perfeito, pontual, que controla este movimento sagrado, um controle. Da mesma forma, devemos nos lembrar de que tanto na felicidade quanto no sofrimento há uma causa e, acima de tudo, um controlador.
Não é porque o corona vírus se espalhou que este controlador deixou de ser eficiente. Devemos refletir sobre as causas e expandir nossa consciência acerca de seus efeitos. Srila Prabhupada nos ensina que estamos em ilusão devido às nossas más escolhas. Essas escolhas nos aproximam de situações prósperas ou não, favoráveis ou desfavoráveis para o cultivo de vida espiritual, para o entendimento de nossa posição neste mundo.
Muito além de corpos materiais, somos almas espirituais em um mundo fadado a contrastes em toda a parte. Cabe a nós escolhermos lembrar deste controlador, aceitar que todo evento traz consigo um propósito de avanço e de reequilíbrio da infalível lei de Deus.
Equilibrar esta balança consiste também em amparar os afetados pela doença, auxiliá-los de todas as maneiras possíveis, orarmos por sua recuperação e, principalmente, pela extinção do medo em nossos corações.
Que a fé se sobreponha ao medo coletivo. Que a convicção se sobreponha à fé. Fé com conhecimento, conhecimento com embasamento filosófico. Filosofia atemporal, de devoção. Ação em consciência de Deus!
“O Senhor Supremo é o controlador de todos os outros controladores, e Ele é o maior de todos os diversos líderes planetários. Todos estão sob Seu controle. A todas as entidades é designado um poder específico pelo Senhor Supremo; elas próprias não são supremas. Ele é também digno de adoração por todos os semideuses e é o supremo diretor de todos os diretores. Portanto, Ele é transcendental a todas as espécies de líderes e controladores materiais e é adorado por todos. Não há ninguém maior que Ele, e Ele é a causa suprema de todas as causas.” – Svestavatara Upanisad 6.7-8.
Confira neste vídeo uma mensagem bacana sobre o assunto: https://www.youtube.com/watch?v=qzZYkkwU9b8&feature=youtu.be
*Textos autorais por Bhakti Rasa Devi.