A primavera chegou e nós queremos que você floresça!

 

Celebrar os ciclos da natureza é conquistar grandes ensinamentos. E a primavera chegou para nos fazer um convite ao florescimento do que há de melhor em nós.

Até 21 de dezembro estaremos sob o encanto da mais bela estação. Uma estação que pode nos surpreender e estreitar nossa relação com Deus. Saiba como nas próximas linhas.

 

O que acontece na primavera?

 

A primavera acontece devido a um fenômeno chamado Equinócio, que consiste no momento em que a luz solar incide igualmente nos dois hemisférios, fazendo com que os dias e as noites tenham a mesma duração.

Afinal, é a inclinação da Terra que dá origem às estações do ano. No verão, o planeta está mais inclinado em direção ao sol e, no inverno, mais afastado dele.

Na primavera, os raios solares incidem sobre a Linha do Equador, iluminando com a mesma intensidade ambos os hemisférios. Por isso, a duração da luz do dia é teoricamente a mesma em toda a superfície da Terra.

Daí o nome equinócio, do latim “noites iguais”.

 

Como a primavera pode me aproximar de Deus?

 

Em nossa Pousada em AiuruocaReserva Ecológica Canto do Papagaio, estudamos a Bhagavad-gītā, a grande síntese da literatura da Índia antiga, conhecida como Vedas.

Esta literatura sagrada nos apresenta a muitos ensinamentos. Entre eles, à importância da compreensão sobre os ciclos da natureza, que muito nos ensinam sobre os nossos próprios ciclos.

Assim como as estações de inverno e verão vêm e vão, do mesmo modo a felicidade e o sofrimento se manifestam em nossas vidas.

Aliás, é possível observar que nossos corpos são temporários com o avanço das estações, o que nos leva a compreender a ideia de vida após a morte.

Nosso mestre, Śrīla Prabhupāda, ensina no livro “Ensinamentos da Rainha Kunti” que “da mesma forma que estas mudanças cíclicas acontecem, nós trocamos de corpo um após o outro, e é natural concluir que, após abandonar este corpo, teremos de aceitar outro”.

Prabhupāda ressalta que essa conclusão é bem lógica e é confirmada pelo śāstra, a literatura védica, e também pela autoridade suprema, o próprio Kṛṣṇa. Portanto, por que não aceitaríamos essa conclusão?

 

A primavera na Bhagavadgītā

 

Kṛṣṇa diz na Bhagavad-gītā que, das estações, Ele é a primavera florida.

Na Índia, por exemplo, os meses da primavera são considerados os melhores porque os grãos são colhidos dos campos nesta época e o povo fica muito feliz.

Aliás, a primavera é uma estação universalmente apreciada porque não é muito quente nem muito fria e as flores e as árvores desabrocham e desenvolvem-se.

Na primavera, há também muitas cerimônias que comemoram os passatempos de Kṛṣṇa, a Suprema Personalidade de Deus. Por isso, é considerada a mais alegre de todas as estações, pois representa o próprio Supremo Senhor Kṛṣṇa.

 

Alegria, alegria!

 

Alegre-se, portanto, e permita-se conhecer e reconhecer a beleza da primavera dentro de você.

Vamos espalhar alegria através do agir, do sorriso e da intenção de nossos corações de buscarmos sempre nos tornarmos uma pessoa melhor para o mundo e para Deus.

Nossa Pousada em Aiuruoca estará de volta em breve e esperamos você para celebrar esta primavera conosco! Acompanhe nossas postagens.